PORTUGAL: ENVIOS GRÁTIS | INTERNACIONAL: ENVIOS GRÁTIS > 50€ || DEVOLUÇÕES GRÁTIS

Melro-preto. Turdus merula.

Procura-o. Mesmo durante as tuas curtas caminhadas pela cidade, em jardins, nos parques. Não muito longe de casa. Uma espécie comum mas que merece toda a nossa atenção e olhar cuidado. E quando tudo isto passar, é uma ave que poderás também encontrar em zonas florestais mais remotas.

Esquilo-vermelho. Sciurus vulgaris.

Os esquilos extinguiram-se em Portugal no século XVI. A partir da década de oitenta do século XX recolonizaram o Norte de Portugal a partir da Galiza. Actualmente estendem-se até à Serra da Estrela e foram introduzidos em Lisboa, no Parque de Monsanto e na Tapada da Ajuda.
Podes encontrá-los nas ramagens de florestas caducifólias de carvalhos, faias e castanheiros, mas é mais fácil em pinhais de pinheiro-bravo e pinheiro-silvestre. Quando vires um pinha roída no chão, olha para cima.

Fritilária-de-Portugal. Fritillaria lusitânica.

É uma planta endémica da Península Ibérica. Possui uma singela flor campanulada que o seu caule, aparentemente, não tem força para manter erguida para o céu... Será que serviu de modelo a muitos dos nossos candeeiros de mesa de cabeceira? Esta foi encontrada dentro do Forte do Zambujal, num lugar alto, batido pelo vento. A variedade (var.) "lusitanica" é um endemismo Português e como tal só pode ser encontrada por terras lusas. Floração de Março a Julho.

Cobra-lisa-bordalesa. Coronella girondica.

A primeira serpente do nosso álbum (Subordem Ophidia) é uma espécie de pequenas dimensões (aprox. 70 cm comprimento total), de hábitos crepusculares e pacífica (apenas quando ameaçada liberta uma substância com odor desagradável). Distribui-se ao longe do Sudoeste Europeu e a sua dieta é constituída maioritariamente por outros pequenos répteis. Pode permanecer activa todo o ano, sendo a sua actividade mais evidente no período Março-Novembro.

Brenthis daphne.

Esta é uma lindíssima espécie de borboleta (Ordem Lepidoptera) que em Portugal é rara e encontra-se exclusivamente no Nordeste Transmontano, nomeadamente no Parque Natural de Montesinho e Serra da Nogueira. Voa desde o final de Maio a inícios de Agosto.

VOLTAR AO TOPO
Português
Português